terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Só dona de casa?


Hoje sou dona de casa!

E na minha adolescência se me perguntassem eu diria que jamais seria dona de casa, já que detesto limpar e limpar. Mas resolvi casar e pior (ou melhor) resolvi ter filhos, e quando o meu primeiro filho era bebê, e ainda persisti e trabalhei. Mas sofri muito também, meu peito enchia de leite e doía e mesmo sabendo que ele estava bem com a sogra e o maridão, parecia que estaria melhor comigo, se é que vocês me entendem.
Então, quando o Adrian meu mais velho completou um 1 eu  me vi grávida novamente, falei pra mim mesma que não passaria por aquilo de novo, aquela ausência de filho e decidi sair do meu emprego e ficar com meus filhos, não foi uma decisão fácil pois meu marido ainda não tinha um bom emprego, mais foi a escolha certa, curti e curto muito meus filhos e minha casa.
Mas a gente nunca é só dona de casa, admiro muito a mulher que consegue trabalhar fora e cuidar da casa e dos filhos. Mas tenho uma admiração muito grande por nós donas de casa e eu vou explicar o porquê:

Dona de casa nunca tem férias, é sempre a primeira que levanta e a última que vai dormir.

Como não trabalha , não tem grana para fazer unhas, fazer depilação e pintar o cabelo, conclusão, tem de fazer em casa.

Além de tudo tem de fazer comida todos os dias, tem de variar o cardápio e agradar a todos.

Em aniversários, como não trabalha, não pode pagar um buffet, então utiliza do buffet la mama, onde aprende a variar também, decorar e ser uma boa anfitriã.

Dona de casa não "pode" ficar doente, senão a casa para, nada funciona como deveria.

Toda dona de casa deveria ter um curso de costura, pois as barras e a ajustes sempre sobram para ela, além das fantasias em cima da hora para festinhas escolares.

É a dona de casa que dá jeito de arrumar um presente em cima da hora para uma festinha em que o filho foi convidado.

Dona de casa, é cozinheira, diarista, administradora, contadora, nutricionista, enfermeira, babá, manicure, costureira, organizadora de eventos, professora, cabeleireira, conciliadora.
E tem gente que diz que a gente dorme o dia todo, e que não faz nada.
O pior de tudo que o serviço da gente só visto quando não está feito.

Como já disse admiro a mulher que trabalha fora, mais ficar dentro de casa também é uma tarefa árdua, pois há mais cobrança, já que não colaboramos com o dinheiro, e as donas de casa não tem momentos de descontração, se não cuidarmos da gente ficamos desleixadas e deprimidas. Por isso resolvi fazer esse post, para mostrar que dá pra ser feliz assim , hoje eu sou, tenho os meus sonhos e vou atrás deles no meu momento, porque esse momento de hoje é dos meus filhos, e eles precisam do melhor de mim , então levanto, coloco uma roupa bonitinha (nada de pijamas, não mais), arrumo o cabelo, e uso um lindo sorriso no rosto, essa escolha foi minha e a partir do momento em que eu não me sentir feliz com ela  tenho de mudar.
E vocês , como estão encarando a vida de dona de casa?
E quem  trabalha, o que é mais difícil?

Deixe seu comentário, estamos amando escrever para vocês.

Nenhum comentário:

Postar um comentário